Top Ad unit 728 × 90

ARTIGO ESPECIAL: A Sony Pictures e o Universo cinematográfico de Resident Evil


Desde o início, é evidente que a Sony Pictures está fazendo muitas bobagens em seus filmes de Resident Evil. A influência dos executivos do estúdio tem sido um tanto quanto desastrosa. Mas, descobrir exatamente de quem é a culpa, se torna uma tarefa cada vez mais difícil. 

O primeiro processo na criação de um filme é a aprovação do roteiro. Às vezes, um roteiro pode parecer muito bom no papel, mas não funcionar como uma imagem gravada. É até normal de acontecer. A solução, nestes casos, é tentar uma nova montagem ou voltar atrás e gravar novas cenas tentando ajustar o que deu errado. 

Um grande e decepcionante exemplo: a Sony aprovou o roteiro de Resident Evil 4: Recomeço. Não aprovou a montagem final de Paul W.S Anderson e exigiu que fosse modificada em prol de encurtar a duração do longa. O resultado foi uma recepção muito ruim por parte da crítica, reclamações de fãs mais exigentes e uma bilheteria bem abaixo do esperado pelo estúdio, mesmo sendo a maior da franquia. Tudo isso se refletiu em Resident Evil 5: Retribuição, uma vez que o filme já estava em fase de pós-produção quando Recomeço teve recepção negativa. Na tentativa de salvar o novo filme, fizeram novas montagens e até gravaram cenas extras. Não deu certo de novo e o filme decepcionol ainda mais que o anteriror. 

É claro que a Sony precisa rever seus conceitos para não decair mais ainda. Está perdendo qualidade a cada ano que passa. De um lado a Sony Pictures, uma das mais antigas empresas cinematográficas do mundo, e do outro os fãs, que sempre tomam a frente nessa batalha. 

Talvez a solução seja deixar que os roteiristas e diretores trabalhem com mais liberdade como a Marvel tem feito com seus filmes. Tentar podar a criatividade quase sempre dá maus resultados. Os seguidos fracassos precisam ser corrigidos rapidamente antes que a fama de não saber fazer filmes baseados em vídeo-games chegue a um nível em que o público já vai desconfiar que é ruim antes mesmo de assistir, o que já está acontecendo discretamente. Já tem gente pensando que o próximo filme da franquia vai ser fraco. Tal pensamento vai refletir em bilheterias baixas. 

Outra solução seria ampliar a influência de executivos da Capcom na concepção dos filmes. Como estão habituados aos enredos dos games, a presença deles com maior poder de decisão pode realmenter melhorar os futuros filmes. Afinal, são as pessoas que conhecem intimamento todos os personagens e tramas da franquia. 

Ainda assim, a ideia de cenas cortadas antes mesmo de serem gravadas em prol de encurtar o filme não faz muito sentido. Ou, pelo menos, não é usual. Muita gente deve ter ouvido falar da tal versão original de “Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge”, com quatro horas de material gravado, que teria sido reduzida para encurtar a duração do longa. Nesse caso, cenas de origem também ficaram de fora.

Para a Sony, sabendo do potencial de vendas da série Resident Evil em DVD e Blu-ray, gravar muitas cenas extras é sinônimo de faturamento extra, por meio de edições especiais e versões estendidas do filme. Tal ato também seria capaz de ampliar o interesse no longa, já que os fãs mais ligados à saga cinematográfica retornariam ao filme diversas vezes.

Por fim, fazemos uma pequena observação. Não é sempre que a Sony está estragando os filmes. Na primeira trilogia, eles acertaram totalmente. Mas neste caso, os diretores tiveram quase que total liberdade para trabalhar criando ele mesmo os roteiros e cuidando da direção. As recentes escolhas de Paul W.S Anderson e de Jeremy Bolt, para Resident Evil 4 e 5 respectivamente, parece não ter gerado a confiança necessária ao estúdio, o qual acabou se metendo demais no resultado final e criando uma imensa confusão que está dessagrando crítica e público, deixando os filmes curtos, confusos e cheios de furos de roteiro. Esperamos que isso não se repita no último filme. Assim, a coisa vai desandar mesmo. 
ARTIGO ESPECIAL: A Sony Pictures e o Universo cinematográfico de Resident Evil Reviewed by Gabriredfield on 12:07:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

All Rights Reserved by Biohazard Brasil © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.